Petrobras anuncia saída de Alagoas ao colocar à venda todos os seus poços no Estado

Publicado em 17 de Jun de 2020

“Oportunidade de investimento em campos terrestres e de águas rasas no Brasil”.

Com o documento acima já postado em seu site, a Petrobras anunciou oficialmente nesta quarta (17) ao mercado e colaboradores que venderá todos as suas sete concessões de campos de terra e águas rasas localizadas no estado de Alagoas.

Na prática, isso significa que a Petrobras está saindo definitivamente do Estado ao se desfazer do chamado Polo Alagoas - que inclui sete campos e estações de tratamento de petróleo distribuídos nos municípios de Coqueiro Seco, Coruripe, Feliz Deserto, Jequiá da Praia, Marechal Deodoro, Pilar, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, São Miguel dos Campos e Satuba.

A venda incluirá também a Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) em Pilar, responsável pelo processamento de 100% de todo o gás produzido pela Petrobras no Estado.

Em comunicado, a Petrobras afirmou que a divulgação está de acordo com as “diretrizes para desinvestimentos da Petrobras” e está alinhada à “estratégia de otimização de portfólio e melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos”.

Apesar dos poços em Alagoas serem considerados maduros, a operação do Polo da Petrobras no Estado é considerada lucrativa e teve em 2019 uma produção média de 2.348 barris de óleo por dia e 856 mil metros cúbicos de gás por dia, gerando um total de 1.010 barris por dia de gás natural  liquefeito.

Em videoconferência com os colaboradores da empresa no Estado na manhã desta quarta, um gerente executivo da empresa confirmou o anúncio, mas não adiantou detalhes sobre como será o processo – assim como as possibilidades de transferência ou planos de demissão voluntária para s colaboradores no Estado. 

Para mediar a transação, a Petrobras contratou o banco J.P. Morgan como assessor financeiro e disponibilizou os detalhes da venda aos grupos interessados no documento publicado em seu site aqui.

2jNbw6hw=XxEy}%&

Petrobras anuncia saída de Alagoas e coloca à venda todos os seus poços no Estado

“Oportunidade de investimento em campos terrestres e de águas rasas no Brasil”.

Com o documento acima já postado em seu site, a Petrobras anunciou oficialmente nesta quarta (17) ao mercado e colaboradores que venderá todos as suas sete concessões de campos de terra e águas rasas localizadas no estado de Alagoas.

Na prática, isso significa que a Petrobras está saindo definitivamente do Estado ao se desfazer do chamado Polo Alagoas - que inclui sete poços e estações coletoras distribuídos nos municípios de Coqueiro Seco, Coruripe, Feliz Deserto, Jequiá da Praia, Marechal Deodoro, Pilar, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, São Miguel dos Campos e Satuba.

A venda incluirá também a Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) em Pilar, responsável pelo processamento de 100% de todo o gás produzido pela Petrobras no Estado.

Em comunicado, a Petrobras afirmou que a divulgação está de acordo com as “diretrizes para desinvestimentos da Petrobras” e está alinhada à “estratégia de otimização de portfólio e melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos”.

Apesar dos poços em Alagoas serem considerados maduros, a operação do Polo da Petrobras no Estado é considerada lucrativa e teve em 2019 uma produção média de 2.348 barris de óleo por dia e 856 mil metros cúbicos de gás, gerando um total de 1.010 barris por dia de gás natural  liquefeito.

Em videoconferência com os colaboradores da empresa no Estado na manhã desta quarta, um gerente executivo da empresa confirmou o anúncio, mas não adiantou detalhes sobre como será o processo – assim como as possibilidades de transferência ou planos de demissão voluntária para s colaboradores no Estado. 

Para mediar a transação, a Petrobras contratou o banco J.P. Morgan como assessor financeiro e disponibilizou os detalhes da venda aos grupos interessados no documento publicado em seu site aqui.



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved