Conheça o grupo que pagou mais de R$ 2 bilhões em leilão para assumir saneamento em Alagoas

Publicado em 30 de Setembro de 2020

A companhia de saneamento BRK Ambiental, considerada o maior grupo de saneamento do país, controlado pelo fundo canadense Brookfield, foi a grande vencedora do leilão de concessão dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário da Região Metropolitana de Maceió (a capital e 12 cidades) realizado na manhã desta quarta (30), na Bolsa de Valores de São Paulo -- após o governo conseguir reverter a decisão de suspensão do leilão do Tribunal de Justiça.

O consórcio pagou mais de R$ 2 bilhões (para ser mais preciso, dois bilhões e nove milhões de reais), mais de 133 vezes acima do valor mínimo da outorga definida no edital em R$ 15,125 milhões.

Além do valor da outorga, o edital cujo contrato tem duração de 35 anos prevê que o grupo terá que investir R$ 2,6 bilhões em infraestrutura para universalizar os serviços de abastecimento de água em um prazo de seis anos -- e os de esgotamento sanitário em 16 anos.  

A segunda maior proposta do leilão foi feita pelo consórcio Jangada (formado por Iguá Saneamento e Sabesp), que ofereceu uma outorga de R$ 1,48 bilhão. Em terceiro, ficou o consórcio EQS, formado por Equatorial e Sonel, com proposta de R$ 1,29 bilhão, seguido pela oferta da Aegea, de R$ 1,21 bilhão, do consórcio Águas de Pratagy, com proposta de R$ 666 milhões, o grupo Paraíso das Águas (formado por Avivo e Enops), com R$ 450 milhões, e o de Águas de Alagoas, de R$ 250,2 milhões.

Considerado um marco da abertura da privatização do saneamento no Brasil, o leilão contou não apenas com a presença do governador Renan Filho e de vários secretários de Estado, como com a presença do ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Gustavo Montezano. É uma vitória do povo alagoano e uma mudança no ponteiro do saneamento em todo o Brasil, disse Montezano.  

Com cerca de seis mil funcionários, a BRK atende cerca de 17 milhões de pessoas em mais de 186 municípios no Brasil e foi criada em janeiro de 2008 para prestar serviços nos segmentos de água e esgoto e resíduos pela Odebrecht, que vendeu em outubro de 2016 sua participação na subsidiária para o fundo canadense Brookfield, que hoje controla a companhia. 

fotos: Márcio Ferreira


  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved