SEBRAE
Alagoas, Sexta, 22 de Setembro de 2017
  • Enviar e-mail
  • Facebook

Alagoas abrirá primeira fábrica de whey protein do Nordeste; saiba mais aqui

Publicado em 12 de Jul de 2017

Até o final de 2018, um dos suplementos alimentares mais consumidos no país por frequentadores de academia será produzido pela primeira vez no Nordeste, em uma fábrica na cidade de Batalha, um dos centros da bacia leiteira alagoana.

O Whey Protein, nome mais popular no país do suplemento à base de uma mistura de proteínas isoladas a partir de soro de leite (obtida durante a produção de queijo), será um dos produtos do novo parque industrial da Cooperativa de Produtores de Leite de Alagoas (CPLA), na cidade de Batalha, com inauguração prevista para ano que vem em um espaço de mais de 30 mil metros quadrados.

“Mantido nosso cronograma de aporte de investimentos, até o primeiro semestre de 2018 abriremos nosso parque industrial lácteo que será o maior de cooperativas no Nordeste”, diz Aldemar Lima, presidente da CPLA, que conta que serão investidos na fábrica cerca de R$ 46 milhões, a maior parte oriunda de recursos do Ministério da Integração Regional e do Governo do Estado.

Ainda de acordo com o presidente da cooperativa, além do Whey Protein, a nova fábrica produzirá leite em pó (instantâneo, desnatado e sem lactose), leite condensado, leite longa vida, queijo mussarela e outros produtos que poderão ser comercializados por outras marcas alagoanas e até de outros Estados.

A cooperativa, que integra hoje mais de 2 000 produtores associados, a maioria formada por pequenos agricultores cuja produção é captada em 60 cidades alagoanas, pretende também investir em uma marca própria para comercialização de produtos não produzidos por outras fábricas de laticínios no Estado. “Nossa ideia é fortalecer toda a cadeia leiteira, dos pequenos aos médios produtores, com foco na produção em escala de produtos que venham agregar valor ao mercado de laticínios a alagoano”, diz Aldemar Lima. De acordo com Lima, isso explica o foco em produtos como o queijo mussarela (em vez do Coalho, já produzido no Estado) e do leite em pó e leite condensado (no lugar de outras bebidas lácteas também já produzidas por marcas alagoanas). 



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved