Programa libera 1,5 milhão em bolsas para incentivar pesquisas em empresas privadas alagoanas

Publicado em 10 de Jul de 2018

Enfim, surge um programa de financiamento de bolsas com a missão de diminuir a distância entre a pesquisa universitária e as empresas privadas alagoanas.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) liberaram mais de R$1,5 milhão em bolsas (20 de Iniciação Tecnológica e Industrial para estudantes de graduação, 16 de mestrado acadêmico ou profissional e nove de doutorado) para financiar projetos que envolvam a resolução de um problema ou o desenvolvimento de um produto para empresas locais em suas teses e dissertações.

Pioneiro no país, o novo edital “PPG-Empresa” é um programa piloto do CNPq em parceria com a Fapeal, que propôs o projeto, para fomentar a resolução de problemas reais de empresas privadas locais. “Esse programa é uma iniciativa importante para conectar os interesses empresariais ao nosso sistema estadual de pós-graduação”, diz o diretor presidente da Fapeal, Fábio Guedes.

As empresas interessadas precisam atuar em atividades compatíveis com a inovação e devem fazer um cadastro junto ao Diretório de Instituições no site do CNPq (aqui). As empresas também devem aportar uma contrapartida financeira de, no mínimo 25% do valor total concedido em bolsas aos alunos envolvidos no projeto para ser utilizado com o custeio e investimentos de capital. Ainda segundo a Fapeal, cada empresa pode submeter até três propostas (para iniciação científica, mestrado e doutorado) e deve indicar um supervisor para acompanhar o plano de trabalho e desenvolvimento do projeto. Já os estudantes interessados devem apresentar temas de pesquisa diretamente relacionados ao produto ou processo inovador proposto como solução tecnológica.

Pesquisadores e empresas podem buscar as áreas de interesse que possuem mestrados e doutorados nas instituições de ensino superior de Alagoas no edital aqui.

 

as empresas deverão aportar uma contrapartida financeira de no mínimo 25%, equivalente ao total concedido em bolsas aos alunos envolvidos no projeto, para ser utilizado com o custeio e investimentos de capital. 


  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved