Escola de Maceió será uma das pioneiras em ensino bilíngue do maior grupo educacional do país

Publicado em 06 de Setembro de 2019

CONTEÚDO
 

 

Maceió, Curitiba e Ribeirão Preto.

A partir de 2020, apenas essas três cidades com escolas do Grupo SEB, maior rede de ensino privado no país, terão suas unidades transformadas em instituições bilíngues com currículo oferecido em português e inglês desde os primeiros anos da educação infantil.

Considerada uma das referências do Grupo SEB, a unidade de Maceió anunciou a novidade esta semana durante um grande evento destinado aos pais de alunos com a missão de discutir a educação do futuro.

“Além de Maceió contar com uma equipe comprometida com a inovação e a excelência, percebemos também que havia uma forte demanda reprimida no mercado alagoano por uma educação, de fato, bilíngue”, diz Alessandro Marques, diretor geral do SEB. Diferentemente dos programas bilíngues que já são oferecidos em algumas escolas, nos quais a grade curricular é apenas reforçada por uma maior carga horária dedicada ao inglês, o projeto do Grupo SEB propõe uma fusão real das disciplinas com a segunda língua, em uma proporção de 50% português e 50% inglês. “Não são aulas de inglês, mas aulas ‘em’ inglês inseridas dentro de uma metodologia inovadora, voltada para o desenvolvimento das habilidades necessárias para os cidadãos do século XXI”, explica Fernando Leão, diretor do SEB Maceió. Com matrículas já abertas para o ano letivo de 2020, o novo sistema será opcional e implantado de forma gradual: inicialmente, em cada turno, apenas uma turma de cada série da educação infantil ao 1º ano do Fundamental, será bilíngue. “À medida em que estas turmas avançarem, novas serão abertas nas séries subsequentes”, completa o diretor.

O reposicionamento da escola, porém, ultrapassa o bilinguismo. “Trata-se, na verdade, de uma guinada na forma de ensinar, atualizando todo o contexto escolar para que ele, finalmente, esteja alinhado com as demandas de um mundo globalizado”, afirma Fernando Leão. Dentre as mudanças mais visíveis estará o layout das salas de aula que, para todas as turmas até o 5ª ano do Ensino Fundamental  (bilíngues ou convencionais), deixará o padrão de cadeiras enfileiradas para adotar um mobiliário flexível, com mesas compartilhadas que favoreçam o trabalho colaborativo. “Com tantas tarefas e profissões sendo automatizadas, entendemos que a grande missão da ‘nova escola’ seja mirar no estímulo à criatividade e no desenvolvimento de competências múltiplas”, afirma Daniellen Lopes, diretora nacional de educação bilíngue do SEB. Para isso, além das disciplinas de Português, Matemática e Ciências, a rotina escolar – que no sistema bilíngue ganha o acréscimo diário de 50 a 60 minutos – contará com novos componentes curriculares, como metodologias ativas, linguagem de programação, cultura maker e Design Thinking, muito utilizados no mundo corporativo. “É um modelo em que o professor assume uma posição de mediador, e não de detentor exclusivo do saber”, diz Fernando Leão. “Estamos muito felizes pela oportunidade de construir, em Maceió, este novo ambiente de excelência na educação”, completa.

Confira imagens do lançamento nas fotos e no vídeo abaixo.

Evento reuniu 600 pais de alunos para falar sobre o futuro da educação e apresentar o sistema bilíngue para 2020.

Parte da equipe de profissionais do SEB nacional e do SEB Maceió durante o anúncio do novo sistema bilíngue

Daniellen Lopes, diretora nacional de educação bilígue do SEB; Fernando Leão, diretor do SEB Maceió, e Alessandro Marques, diretor do SEB Educação, ao lado de parte da equipe de professores do SEB Maceió

 

Escola SEB Maceió

Rua Senador Rui Palmeira, 1200, Ponta Verde, Maceió/AL

(82) 2121-8829

www.escolaseb.com.br/maceio/



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved