Banco desembarca em Alagoas com projeto que dará R$ 1 mil a 70 artistas; veja edital aqui

Publicado em 10 de Agosto de 2020

Um dos poucos bancos de Estado que sobreviveram à onda de privatizações e extinções de bancos regionais nos anos 1990  (o Produban, de Alagoas, foi liquidado definitivamente em 1997), o Banco do Estado de Sergipe, o Banese, quer marcar sua expansão esse ano para Alagoas com um edital voltado para a cultura. 

Com a previsão de até o final deste ano abrir três pontos correspondentes bancários em Maceió, Marechal Deodoro e São Miguel dos Campos (que diferem das agências por não terem caixa físico), o Banese lançou nesta segunda (10) um edital em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura para premiar 70 artistas alagoanos com R$ 1 mil reais cada.

“Como apoiamos diversas instituições e editais culturais em Sergipe, decidimos que essa seria uma forma interessante e socialmente responsável de marcar nossa expansão para Alagoas ajudando profissionais de cultura que estão enfrentando tempos difíceis durante esse período”, diz Ézio Deda, superintendente do Instituto Banese, que apoia em Sergipe empreendimentos como o Museu da Gente Sergipana - com um espaço multimídia de ponta e concepção artística do mesmo criador do Museu da Língua Portuguesa em São Paulo.

De acordo com as regras do edital (veja aqui), os artistas interessados devem se inscrever e enviar um vídeo de até 10 minutos sobre o trabalho que realizam nas mais diversas áreas como música, teatro, circo, dança, artes visuais, literatura (leitura, contação de história, recitação), audiovisual, artes integradas e expressões culturais populares. Ainda de acordo com edital, poderão participar da chamada pública (aberta a partir desta segunda, 10, até o dia 29 de agosto) artistas nascidos e residentes em Alagoas e demais artistas não alagoanos residentes no estado há pelo menos um ano. 

Após a escolha dos artistas realizado por uma comissão indicada pelo Instituto, um representante da Secult e outro indicado pelo banco, 70 artistas serão escolhidos - sendo 20 obrigatoriamente para artistas de grupos de cultura popular. Além do valor de R$1000, o projeto do artista terá seu vídeo veiculado no site do Instituto Banese e da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas. “Sabemos que o valor por artista não é grande, mas mesmo assim acreditamos que se trata de um reforço importante num momento difícil para a cultura nesse momento”, diz o superintendente do Instituto Banese, Ézio Deda.

Para se inscrever e saber mais detalhes sobre o edital, clique no site do Instituto do Banese, clique aqui.




  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved