Empresa nascida no Porto de Jaraguá abre filial em Recife como ponte para expansão no Nordeste

Publicado em 23 de Setembro de 2020

De uma pequena empresa aberta em Maceió com capital inicial de apenas R$ 400 à referência no Nordeste no mercado de ship chandler (fornecedora de produtos e serviços para navios) nos portos de toda a região.

A Maritime Ship Service, empresa alagoana montada pelo pernambucano radicado em Maceió, Thiago Nascimento, completa 15 anos de mercado com a abertura de uma filial na Grande Recife, em Jaboatão dos Guararapes, como parte do plano de expansão da empresa no Nordeste com previsão de desembarcar também em Sergipe ainda no primeiro semestre do próximo ano.

“Nossa meta é consolidar o crescimento no Nordeste para, só depois, avaliar oportunidades em outras regiões”, diz Thiago Nascimento, fundador da Maritime. 

Muito antes da abertura da nova filial, a empresa alagoana, contudo, já prestava serviços em portos de outros Estados como o complexo vizinho de Suape, no Sul de Pernambuco, que responde hoje pelo maior faturamento da empresa (de 50 a 60% ), seguido pelo Porto de Barra dos Coqueiros, em Sergipe (com cerca 20%). Atualmente, o Porto de Jaraguá tem sido responsável por pouco mais de 12% do faturamento da Maritime. 

A expansão na região da empresa tem despertado a atenção até de empresários do setor de outros estados, como Gustavo Pierotti, da empresa paulista G. Pierotti, cuja família atua há décadas no serviço de fornecimento de navios no Porto de Santos, o maior do Brasil. “O crescimento da Maritime no Nordeste tem sido uma surpresa positiva no mercado de Ship Chandler de todo o país”, diz Pierotti. “Com processos de gestão e infraestrutura invejável, não seria exagero dizer que a empresa tem ajudado a qualificar nosso mercado em um setor que até pouco não contava com muitas empresas com alto padrão de serviços”.

Ainda que o Porto de Jaraguá tenha ficado pequeno para o ritmo de crescimento da empresa, Thiago diz que não está em seus planos uma possível mudança de Estado. “Apesar da abertura de filiais em outros Estados, fazemos questão de manter nossa sede em Maceió por entender que é possível crescer sem perder nossa cultura empresarial e identidade nascidas aqui”, diz Thiago, de olho no potencial de um setor que deve crescer ainda mais nos próximos anos.



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved