Alagoas, Domingo, 31 de Maio de 2020
  • Enviar e-mail
  • Facebook

Cerveja alagoana é premiada em Blumenau em concurso com mais de 3200 rótulos

Publicado em 11 de Março de 2020

Na noite desta terça-feira (10), no Parque Vila Germânica, em Blumenau, um rótulo de cerveja artesanal alagoana foi um dos únicos do Nordeste premiados no Concurso Brasileiro de Cervejas 2020, um dos mais importantes do país, que teve esse ano mais de 3280 rótulos inscritos avaliados por 83 jurados de 16 países.

O rótulo “Velho Chico”, da cervejaria alagoana Caatinga Rocks, levou a medalha de prata na categoria “Classic English-Style Pale Ale”, única medalha concedida para a categoria (que não teve nem um rótulo com medalha de ouro ou de bronze).

A “Velho Chico” foi uma das únicas representantes do Nordeste premiadas esse ano ao lado da cearense 5 elementos, que levou medalha de ouro na categoria Specialty Beer com o rótulo “Coffee & Pancake Brunch Stout”.

A premiação da Velha Chico é mais um reconhecimento do talento da cervejaria alagoana na produção de rótulos locais que seguem estilos clássicos ingleses. Antes da “Velha Chico”, o rótulo English Serelepe Brasileira foi eleito a melhor artesanal do país na primeira edição da Copa de Cerveja POA, que se tornou referência na América do Sul por contar com mais de 1200 inscritos de sete países e um júri formado por nomes de prestígio entre mestres cervejeiros e sommeliers do Brasil e do exterior.

“Apesar de produzirmos rótulos modernos e de vanguarda como o Mandacaru, que leva cacto na composição e já foi premiado na última edição deste concurso, somos apreciadores e admiradores dos estilos clássicos da Inglaterra”, diz Rafael Leal, um dos fundadores da Caatinga Rocks, ao lado do irmão Marcus Leal. “E sabemos que é sempre mais desafiador conseguir produzir uma cerveja de alto padrão no estilo clássico”.

Com 4,5% de teor alcóolico, a Velho Chico é uma cerveja equilibrada que tem por base malte pale ale com algumas doses de maltes nobres caramelados e lúpulo inglês “East Kent Golding”, que dá toques cítricos e herbais.

Já na categoria “Best of Show”, que elege as melhores do concurso, a medalha de ouro foi para a “Guanabara”, rótulo da cervejaria Colorado (uma  imperial stout com rapadura queimada, 10,5% de teor alcoólico e envelhecida em barril de amburana). A medalha de prata ficou com a Muscatt Brett Saison (specialty saison), da Cervejaria Alem Bier, do Rio Grande do Sul, e a de bronze foi para Habanero Rauchbier (chili pepper beer), da Bamberg, de São Paulo.


 

  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved