Agro, turismo e mercado imobiliário fizeram AL ter aumento do PIB acima da média do país, diz IBGE

Publicado em 18 de Novembro de 2021

Agricultura, atividades imobiliárias, alojamento e serviços

Ao divulgar sexta-feira passada (12) os dados da pesquisa das Contas Regionais 2019, o IBGE apontou as áreas acima como alguns dos destaques para o Estado de Alagoas ter ficado entre as 13 unidades da Federação com aumento do Produto Interno Bruto (PIB) acima da média nacional naquele ano.

De acordo com os dados do IBGE, enquanto o PIB brasileiro cresceu 1,2% em 2019, Alagoas teve uma variação positiva de 1,9%, a terceira melhor variação positiva entre os Estados do Nordeste.

Como o setor industrial do Estado teve retração naquele ano (segundo o IBGE, a queda foi de 2,8% entre 2018 e 2019), a expansão de atividades na agropecuária e do setor de serviços salvaram o desempenho do PIB estadual.

Segundo o IBGE, a agropecuária teve um crescimento em volume de 15,4%  puxado não apenas pela expansão da pecuária e da retomada do cultivo da cana, como do crescimento pontual de lavouras como abacaxi, mandioca, amendoim, banana e coco-da-baía.

Na área de serviços, o IBGE destacou o crescimento do setor de alojamento e alimentação (5,8%), mais ligado ao turismo, e destacou este ano o desempenho das atividades imobiliárias, que teve crescimento de 3,3% naquele ano.

De acordo com informações do IBGE repassadas a AGENDA A, o segmento de “atividades imobiliárias” inclui o setor de locações, vendas de imóveis e transações de corretoras, mostrando o peso crescente do setor na composição do PIB do Estado.

 

 


 

  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved