Confira os cursos universitários mais difíceis de entrar na Ufal em 2016

Publicado em 12 de Janeiro de 2016

De acordo com as notas de corte (pontuação mínima para ingressar em um curso), quais os cursos em Alagoas foram os mais difíceis para ingressar este ano?

De acordo com a lista divulgada nesta terça (12) pelo Ministério da Educação (MEC), os cursos com as maiores notas de corte em Alagoas (por enquanto, já que as inscrições terminam nesta quinta) são o de Medicina, Direito, Engenharia Civil e Odontologia na Ufal - exatamente nesta ordem.

Para ingressar em todos esses quatros cursos, os alunos precisam ter uma pontuação no Enem acima dos 700 pontos.

No caso do curso de Medicina de Arapiraca, que com apenas 30 vagas teve a maior nota de corte do Estado, a pontuação mínima exigida até o momento foi de 807,7 - superando inclusive a nota do curso de Medicina do campus da Ufal em Maceió, com 100 vagas e nota corte de 762,46.

O curso de Direito, o segundo mais disputado, apresenta até a tarde desta terça nota de corte de 706,16. Na terceira posição, vem o curso de Engenharia Civil com 704,18. Já o curso de Odontologia teve nota de corte 703,76;

Entre os cursos mais disputados com notas de corte pouco abaixo dos 700 pontos estão o de Enfermagem (Arapiraca), com nota mínima de 697,2, seguidos pelos cursos da Ufal em Maceió de Arquitetura e Urbanismo (Ufal Maceió),  com nota mínima de 688,5; Engenharia de Computação, com nota mínima de 674,6 e Ciência da Computação, com nota mínima de 668,42.

As notas de corte definitivas serão conhecidas apenas às 9h (horário de Brasília) desta quinta-feira – dia em que as inscrições no Sisu serão finalizadas.

Para conferir as notas de corte de todos os cursos da Ufal, basta entrar no site oficial do Sisu (aqui) e clicar no curso escolhido.  



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved