Grupo francês Veolia produzirá em AL energia de biomassa de Eucalipto em parceria com a Braskem

Publicado em 15 de Fevereiro de 2022

O braço brasileiro do grupo francês Veolia, multinacional de gestão de água, resíduos e energia, e a Braskem, com duas plantas no Estado, anunciaram nesta terça o investimento de R$ 400 milhões para a construção da primeira planta em Alagoas de produção energia com o uso de vapor a partir de biomassa de eucalipto.

A planta, que será localizada em Marechal Deodoro anexa à fábrica de PVC da Braskem, está prevista para ser inaugurada em 2024 e terá capacidade de gerar 900 mil toneladas de vapor anuais durante 20 anos.

Com a parceria, a Veolia deve ficá responsável por 90% do investimento na planta, assim como pelo gerenciamento da maior parte do projeto, que inclui um processo de gestão agroflorestal de mais de 5.5 mil hectares de eucalipto em parceria com agricultores do Estado. “Além da parceria decisiva com a Braskem, a Veolia foi atraída a Alagoas graças ao apoio de vários segmentos, do governo à Federação das Indústrias, de universidades aos plantadores de eucalipto”, disse a AGENDA A o Ceo da Veolia no Brasil, o espanhol Pedro Prádanos, explicando também que, antes da colheita dos eucaliptos no Estado, a empresa deve importar resíduos da planta de outros Estados. 

Já a Braskem fica responsável por criar a conexão de sua planta de PVC com a usina de biomassa que deve gerar 50% da energia da unidade e reduzir em um terço a emissão de gás de efeito estufa do grupo em Alagoas. “Esse é um investimento estratégico importante para o Estado que, além de importante ao meio ambiente, vai gerar novos negócios e criará novas oportunidades de emprego em Alagoas”, diz Helcio Colodete, diretor industrial de Braskem em Alagoas.

Questionado por AGENDA A se o novo investimento do Estado não faria parte de uma estratégia de marketing do grupo em resposta à crise provocada pelo afundamento dos bairros na capital, o diretor afirmou que o investimento já estava previsto desde 2015. “O início do planejamento dessa planta se deu em 2015 e sua execução agora é só mais uma prova do compromisso da Braskem em continuar a investir no Estado”.

De acordo com a Veolia e a Braskem, a nova planta de energia deve criar mais de 400 empregos diretos durante a fase de construção e aproximadamente 100 postos de trabalho após a inauguração.

 



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved