Edifício na Ponta Verde ganha primeiro lugar em ranking nacional de sustentabilidade e inovação

Publicado em 10 de Dezembro de 2021

Acima, os irmãos Pedro e Tiago Fernandes ao lado de imagem do Promenade II Ponta Verde: melhor pontuação do país

 

 

Um edifício em construção no bairro da Ponta Verde, em Maceió, conquistou a maior pontuação do país entre centenas de projetos financiados pela Caixa Econômica Federal em selo criado pela instituição para reconhecer projetos com maior número de quesitos em inovação e sustentabilidade.

Além de ser um dos três únicos projetos do Brasil a alcançar classificação máxima “Diamante” no programa Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal, ao lado de dois outros no Estado do Rio Grande do Sul, o edifício Promenade Ponta Verde II, construído pela Placic e TPH Engenharia, obteve maior pontuação nacional no selo da Caixa entre 69 projetos reconhecidos pela instituição em todo o país.

O selo Casa Azul da Caixa foi criado como um instrumento de classificação de empreendimentos habitacionais que adotam soluções eficientes na concepção, execução, uso, ocupação e manutenção das edificações, e envolve a avaliação de uma série de critérios como a qualidade urbana e bem-estar do empreendimento, eficiência energética e conforto, gestão eficiente da água, produção sustentável ainda durante a obra, desenvolvimento social e inovação.

Além do reconhecimento do selo Diamante, a Caixa Econômica premia os projetos com redução de juros no financiamento tanto do construtor como do comprador.

Para alcançar a pontuação máxima no quesito sustentabilidade e meio ambiente, por exemplo, o Promenade Ponta Verde II inclui coleta seletiva de lixo, plantação de mudas no entorno do empreendimento, sistema de reutilização de água de chuva e ar-condicionado, uso de lâmpadas eficientes e sensores de presença, estudo de sombreamento e melhor aproveitamento da iluminação natural, uso de dispositivos economizadores de água, uso de madeira certificada e até instalação de um carregador para carros elétricos. O selo avaliou também quesitos sociais e de inovação com programas de capacitação dos colaboradores e adoção de tecnologias inteligentes no projeto, como a modelagem de informação da construção BIM, que permite uma construção virtual e, consequentemente, maior integração com menos desperdício em todas as etapas da obra.

“Estamos muito felizes em fazer com que a construção civil de Alagoas seja reconhecida nacionalmente em um dos selos mais importantes de qualidade, sustentabilidade e inovação”, dizem os irmãos alagoanos Tiago Fernandes e Pedro Fernandes, à frente da TPH Engenharia, empresa formada pelos filhos de Luiz Henrique Fernandes Coelho, sócio fundador da Construtora Placic, que, em 1977, iniciou suas atividades no Ceará e, em Maceió, desde 1985, com sua vinda à capital alagoana. Luiz Henrique e seus sócios, Marciano Moreira e José Carlos Gama, tornaram a construtora Placic uma das referências na adoção de novos processos, capacitação da mão-de-obra e segurança jurídica de seus empreendimentos.

Com entrega da obra marcada oficialmente para 31 de janeiro de 2023, o Promenade Ponta Verde II, lançado ano passado em plena pandemia, teve 100% de suas unidades vendidas em menos de um ano.

Saiba mais sobre o empreendimento aqui.

Fotografia do canteiro de obras do Promenado II Ponta Verde: o único fora da região Sul com Selo Diamante da Caixa



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved