De soldadora industrial a escultora: exposição marca 30 anos de carreira de artista alagoana

Publicado em 21 de Jul de 2016

Em 1985, a alagoana Marta Arruda era a única mulher soldadora na obra de construção de um gasoduto em Paulista, Pernambuco, quando iniciou a fazer esculturas de ferro com restos e chapas e tubos descartados.

Três décadas depois, a artista plástica hoje reconhecida em todo o país por suas esculturas de ferro e painéis de aço terá sua obra revisitada na exposição “Marta Arruda  – 30 Anos de Arte”, que abre nesta quinta-feira às 20h no espaço da Pinacoteca Universitária (Praça Sinimbu), com as principais obras de sua trajetória separadas por uma linha do tempo, além de um “ateliê vivo”, onde será recriado seu espaço de trabalho, com equipamentos e materiais próprios.

Em cartaz até o dia 9 de setembro, a exposição com entrada gratuita (de segunda a sexta, das 8h30 às 18h) conta ainda com a projeção de um documentário curta-metragem sobre a carreira da artista. De acordo com a coordenação da Pinacoteca, Marta também vai ministrar uma oficina de técnicas de escultura em aço em dois finais de semana de agosto (as datas ainda não foram definidas pela instituição) em que além de ensinar a trabalhar com os materiais que a própria utiliza (chapa, arames, vara de aço), vai mostrar como reaproveitar sucatas para a criação de peças. Assim como a mostra, a oficina terá acesso gratuito ao público.

Em Maceió, Marta assina obras em espaços públicos como painéis no lado direito da parede do viaduto Washington Luiz, que liga o Centro de Maceió à Avenida Tomás Espíndola, inaugurado em junho de 2006. Assim como peças espalhadas pela paisagem urbana da capital alagoana, como os exemplares no Parque de Esculturas do Sesc Guaxuma, nas unidades Sesc Centro e Poço e esculturas em cidades de outros Estados, como a que ocupa o Parque das Mangueiras, em Paulo Afonso, na Bahia.

 

Serviço

Abertura da Exposição: "Marta Arruda - 30 anos de arte"

Local: Pinacoteca da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) - Pç. Visconde de Sinimbu, 206, 1º piso, Poço.

Data e Horário: 21 de Julho, às 20 horas.

Período de Visitação: 22 de Julho a 09 de setembro (segunda a sexta, das 8h30 às 18 horas).

Entrada Gratuita



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved