Morre sambista que lançou nacionalmente música de Djavan em 1973; ouça aqui

Publicado em 29 de Jun de 2021

Djalma Dias (acima) e Djavan: ao gravar música do alagoano em álbum da Som Livre, alagoano começou a ganhar fama como compositor 

 

Ele ficou conhecido nacionalmente não apenas por embalar no início dos anos 1970 trilhas sonoras da TV Globo como “Capitão de Indústria”, tema da novela Selva de Pedra, como também por ter incluído em seu álbum “Destaque”, de 1973, a canção de um alagoano ainda desconhecido chamado Djavan.

O cantor Djalma Dias, nome artístico do mineiro Moacir Batista Lucas, morreu, aos 83 anos, quarta-feira passada, em São Paulo, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC) decorrente de Covid-19.

Conhecido pelo tom de voz grave, o sambista inaugurou a carreira como cantor na noite da cidade de São Paulo até ser apadrinhado no Rio de Janeiro pelo produtor musical João Araújo que, além de fundador da gravadora “Som Livre”, da Globo, ficaria mais conhecido como o pai do cantor “Cazuza”.

E foi na Som Livre, no início dos anos 1970, que Djalma Dias lançou seus dois únicos álbuns: “Destaque”, em 1973, e “Não Faça Drama… Caia no Samba!”, de 1974.

Apesar de reconhecido pela grande voz, a carreira de Djalma Dias declinou na segunda metade da década de 1970 -- fazendo com que viesse também a ser lembrado por ter lançado Djavan no mercado fonográfico brasileiro com a música Desgruda.

Ouça abaixo:




  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved